Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

21 de novembro de 2017

Instituto leva livros a presídios

Galeno Amorim

Revista Visão Jurídica – Edição 52

O Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD) vem entregando livros aos presos do sistema penitenciário do estado de São Paulo. Só em 2009, já foram cinco unidades beneficiadas, entre as quais o Presídio Feminino da Capital e a Penitenciária Feminina do Butantã.

O objetivo do Projeto Livreria, como foi batizado, é estimular a formação de acervos para que sejam utilizados tanto pelos detentos como pelos servidores de penitenciárias, hospitais de custódia e tratamento psiquiátrico, cadeias públicas e centros de detenção provisória no estado.

“Esses livros doados cristalizam o direito à educação e ao conhecimento e efetiva a integração social e o cumprimento mais digno das penas”, afirma a coordenadora do Instituto, Luciana Zaffalon.

O IDDD faz a seleção das obras doadas e encaminha para os estabelecimentos a cada dois meses. O doador pode acompanhar pelo site (www.iddd.org.br) onde seu livro foi parar.

Para quem quiser doar, basta encaminhar, em qualquer época do ano, os livros para a sede do IDDD (Av. Liberdade, 65, conjunto 1101, São Paulo – SP). Também podem ser doadas obras jurídicas, mas a preferência é por livros com temas lúdicos, que tratam de artes e os didáticos. Maiores informações pelo e-mail iddd@iddd.org.br ou pelo telefone (11) 3107-1399.

* Galeno Amorim é jornalista, escritor e diretor do Observatório do Livro e Leitura. Criou o Plano Nacional do Livro e Leitura, no Governo Lula, e é considerado um dos maiores especialistas do tema Livro e Leitura na América Latina.
www.blogdogaleno.com.br
@galenoamorim
@blogdogaleno

Mais Artigos

Todas as notícias sobre "Artigos"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

699.840.000

Livros lidos em 324 dias de 2017 no país