Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

19 de outubro de 2017

Aos 8 anos, Joana vende os livros em parques e praças para comprar novos

Naiane Mesquita - Campo Grande News - 04/10/2016


Aos oito anos de idade Joana tem um jeitinho todo manhoso de falar. Como quase toda criança da sua idade é fã da atriz Larissa Manoela e adora Carrossel. Mas, longe de ser uma admiradora exclusiva de televisão, ela faz questão de manter outra paixão bem viva. De gibis a livros de terror, tudo passa pelos olhinhos espertos dela, que para manter vivo esse amor decidiu abrir o porta-malas do carro e vender as antigas companhias por novas publicações.

“Eu que tive a ideia. Contei para o meu pai e ele foi me falando o preço que eu tinha que por nos livros”, explica Joana.

Na lista de livros tem de tudo. “Gosto de ler conto de fadas, história de princesa, aventura, terror, gibi da Mônica, Magali, Chico Bento, Gasparzinho, Riquinho”, conta a pequena, que desde os seis aninhos mantém o hábito.

Para vender os livros, Joana teve a ajuda do tio Renato, que topou emprestar o porta-malas do carro e abrir no Parque das Nações Indígenas. A garotinha foi no sábado e domingo. No final da tarde ainda quis tentar o negócio na Praça do Peixe, no bairro Vilas Boas, onde ela mora.

“Ela é surpreendente”, afirma a mãe coruja, Karen Gonçalves de Campos, 35 anos. “Meu carro está batido, fiquei sem, então o tio dela emprestou o dele para ir ao parque. Todo mundo achou demais, chamou a atenção de quem estava passando. Eu só fiquei sabendo depois que eles foram, vou confessar que estou emocionada”, conta.

Segundo a mãe, Joana sempre adorou ler, é uma daquelas garotinhas que sempre está com um livro embaixo do braço. Nos aniversários dos coleguinhas ao invés de comprar brinquedos, ela embrulha algum que goste bastante. “Ela é demais, acontece de forma natural. Sempre embala um livro e leva para o amiguinho de presente. É o jeitinho dela”, descreve.

A única surpresa foi a ideia da venda. “Não sei como ela pensou nisso. Eu nessa correria toda só fiquei sabendo depois e estou morrendo de orgulho, extasiada”, diz a mãe, toda feliz.

Mais Histórias de gente que lê

Todas as notícias sobre "Histórias de gente que lê"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

628.560.000

Livros lidos em 291 dias de 2017 no país