Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

19 de agosto de 2017

FTD for Education

Talita Facchini e Carlo Carrenho - Publishnews - 11/04/2017

Na tarde de ontem (10), a FTD Educação e o Google fizeram uma reunião para anunciar uma parceria inédita. O objetivo dessa parceria é disponibilizar o conteúdo didático e pedagógico da FTD na plataforma Google for Education, uma tecnologia aberta e gratuita voltada para escolas e professores. O primeiro contato entre as duas empresas se deu há pouco mais de um ano, mas somente nos últimos cinco meses é que a negociação se firmou. Segundo Antonio Rios, diretor superintendente da FTD, “o propósito da parceria é transformar a sociedade por meio de soluções educacionais conectadas com o futuro, que garantam preparo e prazer na vida dos jovens”. Com a parceria, as escolas contarão com complementações e personalização de módulos exclusivos de conteúdos digitais desenvolvidos pela FTD. Assim, haverá ainda um pacote de módulos digitais e conteúdos digitais de obras da FTD e outros produtos da editora, integrados com as tecnologias do Google. "Temos clareza de que a amplitude dessa parceria é muito grande, pois alia conteúdos, metodologia e inovação com um plano de ação e um caso de uso bem definidos para as salas de aula", completou Rodrigo Pimentel, diretor do Google for Education no Brasil.
A parceria não significa um abandono imediato da plataforma proprietária da FTD Educação. "A mudança será gradual, e 2017 será um ano de ajustes uma vez que o período letivo já começou e não comporta mudanças", explicou Rios. "Há escolas que vão preferir continuar em nossa plataforma e não na da Google, e isto será respeitado", continuou. Ainda assim, o executivo da FTD deixou claro o novo foco da empresa: "A ideia é não investir mais na nossa plataforma, mas sim nesta parceria", afirmou. Antes, Rios já havia afirmado que o papel da FTD "não é desenvolver código, mas atuar em educação".
Perguntado se a Google estaria aberta a parcerias no mesmo modelo com outras editoras educacionais, Pimentel lembrou que a plataforma é aberta a qualquer entidade de educação e desconversou sobre parcerias com outras editoras, mas reconheceu que é um caminho que pode ser replicado. "Pode ser um modelo para outros conteúdos", afirmou.

Mais Leitura digital

Todas as notícias sobre "Leitura digital"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

496.800.000

Livros lidos em 230 dias de 2017 no país