Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

23 de outubro de 2017

Voltado a escritores independentes, Prêmio Kindle de Literatura anuncia segunda edição

G1 - 29/06/2017

A Amazon e a editora Nova Fronteira anunciaram, nesta quinta-feira (29), o 2º Prêmio Kindle de Literatura, voltado a escritores independentes.

Os concorrentes devem publicar seus romances inéditos e em português no Kindle Direct Publishing (KDP), plataforma de autopublicação da Amazon (clique aqui para ver todas as regras).

O vencedor, a ser anunciado em janeiro de 2018, receberá R$ 30 mil e poderá assinar contrato com a Nova Fronteira para lançar a versão impressa da obra. As inscrições vão de 1º de agosto a 31 de outubro.

As exigências para participar do 2º Prêmio Kindle de Literatura são:

O escritor precisa ser residente no Brasil – no caso de ter menos de 18 anos, é necessário que seja representado por um responsável legal;

O romance precisa ser escrito em português e inédito. O regulamento permite ainda inscrever “obras que tenham pequena parcela do seu conteúdo publicado em blogs pessoais ou revistas eletrônicas, desde que não ultrapasse 25% do total”;

Para participar, é preciso publicar o romance fomato digital no KDP (clique aqui), a plataforma de publicação da Amazon, entre 1º de agosto e 31 de outubro. O KDP é uma ferramenta gratuita;

É preciso usar a hashtag #premiokindle no campo das palavras-chaves durante a publicação;
Os livros inscritos devem ficar exclusivos para o Kindle no período do prêmio;

Os autores vão ter o controle total do processo de publicação, do design de capa até a definição do preço do livro. Eles também podem receber até 70% dos royalties pelo trabalho;

Não podem concorrer romances tenham já tenham sido anterioremente contratados com qualquer editora no Brasil ou no exterior;

O regulamento ainda complementa: “Também não podem ser relacionadas a outras obras do mesmo autor ou de autores diferentes (inclusive no que diz respeito aos personagens, que devem ser inéditos) e não podem fazer parte de uma série”.

Os livros inscritos na segunda edição do Prêmio Kindle vão ser avaliados por editores escolhidos pela Nova Fronteira e pelos escritores Carlos Heitor Cony e Geraldo Carneiro.

Eles vão apontar cinco finalistas, que serão divulgados entre 11 e 22 de dezembro. A cerimônia de premiação deve acontecer entre 15 e 31 de janeiro de 2018.

A Amazon informa que o 1º Prêmio Prêmio Kindle de Literatura teve mais de 1,7 mil autores brasileiros, de 460 cidades. Eles publicaram mais de 2 mil livros no KDP.

A ganhadora foi Gisele Mirabai, com o livro “Machamba”. Nesta terça, a Nova Fronteira anunciou o lançamento da versão impressa da obra.

“Eu dizia que o Prêmio Kindle de Literatura foi um divisor de águas na minha carreira, mas hoje sinto que é ainda mais do que isso”, disse, por meio de nota, a vencedora.

“Para mim, o prêmio foi uma ponte: do digital para o impresso, dos ‘nãos’ que eu tinha recebido para o ‘sim’ que eu tanto queria ouvir, mas também uma ponte para um mundo novo, que conecta a autonomia e liberdade da autopublicação, com a qualidade e exigência do mercado de literatura contemporânea.”

Sobre a visibilidade proporcionada pela disputa, o gerente geral de conteúdo para Kindle, Ricardo Garrido, afirmou que “dos mais de 2 mil títulos inscritos [no 1º Prêmio Kindle], mais de 30 estiveram entre os 100 eBooks mais vendidos na Amazon.com.br”.

Mais Prêmios para quem faz

Todas as notícias sobre "Prêmios para quem faz"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

637.200.000

Livros lidos em 295 dias de 2017 no país