Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

24 de novembro de 2017

Para incentivar a leitura, personalidades incorporam personagens clássicos da literatura

Leonardo Neto - Publishnews - 31/08/2017

Sherlock Holmes ganha vida em Pedro Bial. Baby do Brasil incorpora Emília, enquanto Washington Olivetto, o Visconde de Sabugosa. O galã Cauã Reymond vive Dom Quixote. Essas transformações fazem parte da campanha Leia.Seja., de valorização à leitura que o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) lança hoje, junto com a abertura da Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro. Criada pela WMcCann, a campanha que terá ainda Bernardinho e Bela Gil é a primeira realizada pelo sindicato em âmbito nacional.
A ideia é mostrar aos leitores que, quando se lê, ele se torna parte da história. Em filmetes que serão veiculados nas redes sociais, essas personalidades, além de darem vida aos seus personagens favoritos, leem trechos dos títulos escolhidos. Assim que fecham os livros, voltam a ser eles mesmo.
“O Brasil precisa com urgência de uma revolução de cidadania e ética, e acreditamos que a leitura tem um papel fundamental a desempenhar nessas áreas. A campanha Leia.Seja. quer mostrar exemplos de pessoas reconhecidas pelo público em geral, que tiveram suas trajetórias marcadas pelos livros de diferentes maneiras”, explicou Marcos da Veiga Pereira, presidente do SNEL. “Nosso desejo é que essa ação reverbere pelos meses seguintes, estimulando o hábito da leitura ao redor do país e propondo uma conscientização sobre o seu valor”, completa.
O dono dos cliques que compõem as fotos é o premiado fotógrafo Miro. As imagens vão compor ainda uma exposição que ficará montada durante a Bienal, que segue com a sua programação até o próximo dia 10. A mostra traz ainda vídeos com o making-of e depoimentos das personalidades sobre a influência dos livros em suas vidas pessoais e profissionais. Além disso, modelos circularão pelos pavilhões da Bienal com os trajes que foram usados pelas celebridades, divulgando a campanha entre os visitantes.
Além das redes sociais, a campanha prevê anúncios impressos, outdoors, mídia urbana e mídia digital.

Mais Clipping do livro e leitura

Todas as notícias sobre "Clipping do livro e leitura"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

706.320.000

Livros lidos em 327 dias de 2017 no país