Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

21 de janeiro de 2018

Folhear um livro não tem preço

Luiz Cláudio Siqueira

Sei que hoje em dia há várias opções para se publicar a sua obra, mas, para mim, o livro físico ainda continua sendo o melhor lugar para se ler uma história. Nada se compara a ter um exemplar em mãos, cheirinho novo de papel e uma leitura que não cansa a vista. Página por página, ali o prazer de ler se mostra por inteiro e ainda se pode apreciar a capa, as orelhas, a direção de arte, tudo que contribui para valorizar a obra.
Eu sempre gostei de escrever. Textos curtos, principalmente. Crônicas. E as publicava sem maiores compromissos no Facebook. Os amigos desta rede social sempre curtiam e faziam comentários elogiosos. Mas, eu sentia que era um espaço inadequado para o tamanho das crônicas, a leitura se tornava cansativa, pois o tamanho da letra padrão é pequeno. Uma amiga minha, diretora de arte, me incentivou a criar um blog. Achei a ideia interessante, pois teria um espaço melhor para os textos e ainda poderia ilustrá-los com uma foto. Ficaria bem mais atraente a minha mensagem. E assim nasceu o meu blog de crônicas, com a publicação de dois textos por semana.
Como a produção de textos é alta, em pouco tempo já tinha material suficiente para com publicar o meu tão sonhado primeiro livro. Peguei 69 crônicas que já haviam sido publicadas no blog e lancei o Melhor Que Sexo!, onde abordo temas variados como amor, fé, paz, bom humor, gratidão. Como no blog havia uma foto para cada texto, no livro Melhor Que Sexo! há uma ilustração no lugar da foto. Portanto, são 69 ilustrações, mais a da capa. Fiz questão de valorizar ao máximo a minha primeira obra. O título é bem sugestivo, a capa é atraente com letras coloridas e aplicação de verniz, as ilustrações são caprichadas. O conteúdo é bem interessante, pois como cada crônica aborda um assunto diferente, a leitura se torna bem agradável. Outro ponto positivo foi que consegui colocá-lo à venda por um bom preço – R$ 38,00.
Por acreditar tanto que Melhor Que Sexo! é um bom produto, estou investindo para que ele esteja à venda em boas livrarias. Não é fácil para um escritor iniciante conseguir um lugar de destaque nas prateleiras. Tudo é negociado. E cabe ao autor arcar com as despesas de divulgação, para que a sua obra chegue ao leitor e seja um sucesso.
O lançamento do Melhor Que Sexo! foi no dia 16 de dezembro, num coquetel para convidados no Hotel H, em Niterói. Estamos trabalhando agora para que surjam entrevistas, reportagens e comentários acerca do livro.
Quanto ao blog, ele cresceu e se transformou na página Altos Textos, no Facebook. Continuo publicando duas crônicas semanais, sempre acompanhadas por uma foto. A diferença agora é que o meu trabalho tem muito mais visibilidade e recebo muitos comentários dos leitores. Várias crônicas chegam a ser compartilhadas. É algo que me dá muita satisfação este contato direto com os leitores, pois respondo cada comentário com a maior atenção. A Altos Textos começou há pouco tempo e já tem mais de 200 seguidores, o que é um número muito bom para uma página de crônicas numa rede social. Quem sabe estas novas crônicas também se transformem num livro?
Escrever é a minha paixão. E, enquanto eu tiver as palavras, estarei bem, fazendo o que mais gosto na vida.

*

Luiz Cláudio Siqueira tem 53 anos, nasceu em Campos dos Goytacazes (RJ) e atualmente mora em Niterói, no mesmo Estado. É formado em Publicidade pela Universidade Federal Fluminense, já trabalhou como redator para diversas agências de propaganda.

Mais Colunistas

Todas as notícias sobre "Colunistas"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

43.200.000

Livros lidos em 20 dias de 2018 no país